Setor da borracha tem crescimento com a alta da matéria-prima

Os seringueiros do Noroeste Paulista voltaram seus investimentos mais uma vez nesta safra 2020/2021 para o setor da borracha natural. Os produtores estão animados para este novo ano que vem se apresentando com altos valores em relação às colheitas passadas.

De acordo com os produtores, o estímulo deste ano se dá, sobretudo, pela alta dos preços da bolsa de valores da Ásia. O estado de São Paulo é, atualmente, o maior produtor de borracha natural no país. Cerca de 56% da produção total de látex vem da região noroeste paulista, de acordo com os dados do IBGE.

Com a expectativa de crescimento, diversos produtores preveem novos investimentos no setor. Novas árvores serão plantadas, correções de solo serão feitas, adubações e demais investimentos que antes, por conta da baixa, vinham sendo evitados passarão a se tornar prioridade.

Grânulos de Borracha. Imagem: Reprodução

Um estoque maior é previsto para o setor da borracha

O principal mercado do setor da borracha são as empresas de pneus. Estas são consumidoras do granulado escuro brasileiro, produto adquirido pelas empresas vindo diretamente do coágulo extraído pelos produtores seringueiros. Na região de Rio Preto, a principal usina com produção de 1.500 toneladas de coágulos é a Colitex. Toda essa produção é destinada às indústrias pneumáticas.

De acordo com o diretor da empresa, existe uma grande demanda sobre os coágulos da borracha, porém o estoque não consegue atender a toda essa solicitação. O estoque atual é de menos 30% da capacidade na qual a empresa deveria contar. Para regularizar essa demanda é essencial a ajuda dos produtores que irão repor o estoque e beneficiar a todos.

A safra será positiva

O setor da borracha espera que a safra seja muito satisfatória neste ano de 2021. Considerando a valorização do dólar e a atual alta da bolsa de valores, estamos passando pelo segundo maior valor dos últimos 10 anos. Mesmo com o atraso na colheita, devido a seca do final do ano, a estimativa é boa e o setor da borracha tende a se manter aquecido.

Para alguns produtores rurais a recuperação, mesmo depois de muitas perdas, será grande e a visão é otimista. A expectativa é que mais de 20% do setor cresça pelos próximos meses.

Enfim, toda empresa que faz parte do setor da borracha deve estar atento ao que acontece, sobretudo, na extração da matéria-prima. Para todos nós a notícia é positiva e nos faz ver 2021 com outros olhos. Vale lembrar que, além da extração, diversos outros quesitos devem ser considerados para uma empresa borracheira de sucesso. Portanto, contar com profissionais bem treinados para dar forma ao resultado da matéria-prima é essencial.

Nós da Rubberline contamos com o melhor treinamento para o setor da borracha, com especialistas na área que garantem muito mais qualidade para as diversas empresas espalhadas pelos quatro cantos do Brasil. Conheça mais de perto nosso trabalho e garanta o aperfeiçoamento da sua equipe.

 

Com informações do Diário da Região.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *