Para evitar colapso no setor, produtores de borracha pedem soluções para a crise dos preços

Para evitar o colapso no setor da borracha, o movimento representa mais de 6 mil produtores e seringueiros no Brasil que estão insatisfeitos com a atual política de preços do mercado.

O grupo aguarda e afirma que, sem as mudanças solicitadas, a cadeia da borracha natural no Brasil pode desaparecer por conta do seu valor abaixo do mercado.

“A seringueira nacional corre risco de colapso total e mais de 100 mil postos de serem abandonados, sendo possível acontecer novamente um maior êxodo rural aqui no Brasil com essa cultura, pois o preço da borracha natural para o trabalhador do campo, hoje em dia está abaixo e economicamente inviável, pelo custo da sua produção, podendo atingir todo o seringal”, diz Mário Miranda, líder do movimento.

Para evitar colapso no setor, produtores de borracha pedem soluções para a crise dos preços

Imagem: Canva

Quando começou o movimento e a crise dos produtores da borracha?

A crise dos produtores começou durante a pandemia, quando o governo federal eliminou quase todo o imposto de importação da borracha a fim de evitar mais inflação, o que causou uma grave crise na cadeia produtiva no cultivo da seringueira.

Entre as reivindicações do setor está o aumento do imposto de importação de 3,2% para 35%. Outra demanda diz respeito ao índice que define a mudança do coágulo sangrado e comprado diretamente no campo.

Hoje, o atual índice define o valor em torno de R$ 2,60 por kilo, porém o movimento alega que o custo da produção está perto de R$ 5,50, sendo definido por uma entidade pertencente a um conjunto de sócios que transformam o coágulo em granulado.

Tal produto é utilizado nas indústrias com interesse direto no preço que elas mesmas vão pagar aos produtores e seringueiros.

Sendo assim, o grupo reivindica que o índice seja do Instituto de Economia Agrícola em conjunto com a CNA (Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária).

“O movimento nacional tem muitas reivindicações necessárias, sendo a principal delas o aumento da taxa do imposto da Borracha Natural por está quase zerada, pois não está tendo equilíbrio para ambas as partes, sendo beneficiado apenas de um lado da balança e nosso lado está perdendo, e o índice do instituto é confiável que é realizado por outros profissionais. Estamos disposto em conversar com todos os órgãos, se necessário, para tirar a limpo o porque o índice do EAR ainda não foi efetivado como devia estar”, diz Miranda

O grupo tem recebido apoio político de diferentes estados, o que demonstra um crescente engajamento com a causa e a sua importância para a economia nacional, já que a borracha natural é matéria-prima para mais de 40 mil produtos no Brasil.

Por isso, o grupo está disposto a conversar com todas as organizações necessárias a fim de entrar em acordo com as duas partes, sem prejudicar os produtores e seringueiros, além de continuar com a produção da borracha no Brasil.

Com informações do Canal do Boi

 

Para saber mais sobre a borracha natural, continue acompanhando os nossos conteúdos no blog.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *