Novo composto de borracha aumenta a segurança no transporte de minérios e agregados

Atualmente, há preocupações com os incidentes ocorridos na operação de transportadores de correia, que são bem conhecidos nas mineradoras. O que causa vulnerabilidade a incêndios que podem ocorrer nas operações, importante frisar, é o uso inapropriado da borracha nos revestimentos dos rolos ou tambores.

Pensando nessas questões sobre como minimizar riscos, a Superior Industries do Brasil, fabricante de equipamentos e componentes para mineração, vem apresentando novas tecnologias a fim de evitar que os incêndios se alastram pelos transportadores de correias.

Novo composto de borracha aumenta a segurança no transporte de minérios e agregados.

Imagem: Divulgação/Superior Industries

Uma dessas soluções é o composto de borracha anti-propagação de chamas, que é utilizado nos rolos da linha Premium, certificado pela Norma UL94 classe V-0.

A empresa possui um laboratório para análise das características químicas dos compostos e das suas propriedades mecânicas da borracha. Isso sem terceirizar qualquer etapa do processo, detendo o controle sobre toda a matéria-prima, produção e rastreabilidade dos mesmos.

Conheça a aplicação das borrachas anti-propagação de chamas

Seus componentes móveis dos transportadores são essenciais na movimentação sobre as correias, como em produtos de grãos, cavaco de madeira, rejeitos e agregados (cimento, pedra, areia). Com a movimentação de altas tonelagens, se caso ocorrer incêndios, podem atingir dimensões catastróficas, resultantes em grandes prejuízos, além de colocar inúmeras vidas em risco.

“Quando há um agente causador de fogo por parte de qualquer componente, ele pode se alastrar rapidamente para a correia, comprometendo toda a estrutura do transportador. Contudo, com a utilização do revestimento anti-propagação de chamas, os rolos deixam de ser agentes disseminadores de combustão”, diz  Ramon Santinom, engenheiro de produtos da Superior Industries do Brasil.

Todo o processo de fabricação é realizado pela In company, inclusive sobre o cuidado da vulcanização da borracha no tubo metálico. A etapa é desenvolvida em autoclave, com a temperatura e tempo rigorosamente controlados, além da sua qualidade.

“O resultado é uma borracha com propriedade anti-propagação de chamas atendendo à Norma UL94 classe V-0, com elevada resistência ao desgaste (~ 50mm³), à deformação permanente, ao rasgo e maior aderência entre as interfaces. Ou seja, é uma borracha que não se desprende do tubo”, garante Ramon.

O transportador é o maior custo da correia, representando até 80% do custo da manutenção do ativo ao longo de sua vida. Sendo assim, ela deve ser tratada com a maior atenção devida, minimizando possíveis incidentes que possam colocá-la em risco.

“A boa qualidade dos rolos é fundamental para a conservação, funcionamento e segurança das correias”, explica Elton Junior, representante comercial da Superior Industries.

“Atualmente, as equipes de manutenção e engenharia não dispõem de um controle eficiente de todos os componentes ao longo do transportador. Isso demanda mão de obra, tempo e claro, dinheiro. Os rolos fabricados pela Superior Industries preservam a integridade das correias, da operação, reduzindo drasticamente os riscos de incidentes na operação. No Brasil, há mineradoras que já iniciaram a substituição para rolos com revestimentos de borracha anti-propagação de chamas”, conclui Elton.

Com infomações do Jornal da Tribuna.

Para saber mais sobre o novo composto da borracha, continue acompanhando os nossos conteúdos no blog!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *