Borracha, plástico e casca de arroz: os componentes dos pneus Continental até 2050

Reafirmando seu histórico como uma inovadora fabricante de pneus, desta vez a alemã Continental planeja lançar até 2050 pneus feitos com materiais obtidos em fontes sustentáveis ou com uso de materiais reciclados.

Os materiais selecionados para produzir os pneus renováveis são garrafas plásticas e casca de arroz a serem utilizados na fabricação junto com a borracha.

A meta é eles começarem a ser fabricados até 2050 em substituição aos pneus feitos a partir da borracha, atualmente.

Borracha, plástico e casca de arroz: os componentes dos pneus Continental até 2050

Imagem: Reprodução/Continental

ESG – Environmental, Social and Governance

Este conjunto de padrões que define boas práticas nos aspectos ambientais, sociais e de governança foram criados a fim de estimular as empresas a criarem ações que contemplem cada um destes aspectos e as entreguem em forma de produtos e serviços em seus mercados de atuação.

Os pneus sustentáveis podem ser considerados um exemplo de ESG que será trazido aos consumidores.

Outros recursos vegetais que serão usados na fabricação de pneus

A borracha natural, feita a partir do látex, continuará compondo os pneus. A diferença é que outros recursos vegetais entrarão nesta produção.

Um destes recursos é o dente-de-leão, uma planta usada na fabricação de borracha natural como uma alternativa à seringueira.

Outra alternativa interessante adotada pela Continental é a casca de arroz. As cascas que sobram após colheita e beneficiamento do grão podem ser fonte de origem da sílica, um material importante de maior aderência e resistência ao rolamento, que contribui por um melhor desempenho dos pneus.

Garrafas Plásticas

Já as garrafas plásticas, após o processo de reciclagem, podem ser transformadas em fios de poliéster para produzir a carcaça dos pneus. Com isso, a Continental pode usá-las na criação de um fio de poliéster usado na carcaça do pneu.

Este processo, inclusive, já está acontecendo na produção de algumas carcaças de pneus. Em paralelo, o processo de reciclagem de pneus velhos também vem sendo uma prática frequente e acontece com a separação da borracha, aço e cordas para uso na produção de produtos novos.

Com o tempo, todos os pneus produzidos serão 100% sustentáveis. Além de contribuir com a preservação ambiental, estes produtos não deixarão a desejar em termos de performance. Agora é aguardar e conferir!

Você que é profissional e atua no setor da borracha, é importante estar sempre atualizado. Por isso, continue se informando a partir de nossos conteúdos e realizando cursos para  acompanhar as constantes mudanças deste setor.

Com informações do site Motor 1

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *