Pneus verdes: o que são e vale a pena comprá-los?

O setor automobilístico sempre foi apontado como um grande vilão, pelo fato de emitir um grande volume de poluentes com seus recursos de consumo naturais.

Atualmente, muitas questões ecológicas estão surgindo e ficando em alta, e é por isso que nos últimos anos foram desenvolvidas novas tecnologias, como, os motores a biodiesel e elétricos.

E com os pneus não seria diferente, surgindo uma nova opção de pneu verde, a fim de garantir a preservação do meio ambiente.

Pneus verdes: o que são e vale a pena comprá-los?

Imagem: Canva Pro

O que é um pneu verde?

Basicamente, um pneu verde recebe este nome por conta de toda a questão ecológica envolvida. Contendo o mesmo tom que os tradicionais mas com compostos diferentes, por exemplo, a substância negro de fumo (um pó usado no fortalecimento da borracha dos pneus) é substituida pela sílica (dióxido de sílicio).

Sendo assim, o pneu produz menos calor quando está em atrito com o solo, tendo uma resistência menor a rolagem, consumindo menos combustível e deixando o carro mais livre.

Agora com menor energia de calor, o pneu verde transforma a energia em maior movimento, evitando um maior atrito com o solo e permitindo que o carro consiga andar com mais facilidade.

Em virtude disso, consome menos energia, emite menos poluentes e seu motor funciona de forma leve a fim de gerar movimento.

Mas qual é a diferença entre um pneu verde e o tradicional?

Conforme falamos anteriormente, o pneu verde tem uma menor quantidade de negro de fumo utilizado na sua composição, sendo substituido pela silica. Tal mudança, gera menos consumo do veículo.

A diferença é observada por diversos fatores, mas o principal é a zona de deformação, trabalhada para o pneu não apresentar tantas deformidades ao uso, minimizando sua resistência ao rolamento.

Outro fator utilizado é a borracha usada que interfere na produção do calor, além de ter outros aspectos com o desenho adotado e uma influência na rigidez das bandas de rodagem.

Vale a pena comprar um pneu verde?

Sim, pois o pneu verde promove uma redução no consumo de combustível, sendo possível o carro rodar com o motor desligado.

Um teste foi realizado chamado de coasting, com o carro rodando livremente apenas no embalo, sendo acelerado até 70 km/h em uma reta com o seu motor desligado. Como resultado, o veículo ficou livre para rodar até parar completamente.

Com um resultado de 1.435 metros rodados até o carro parar, os pneus verdes conseguiram minimizar um atrito e o calor gerado, ficando com o motor livre. Em comparação com pneus tradicionais, estes rodaram apenas 990 metros.

Mas lembrando que o pneu é apenas recomendado para avenidas pavimentadas, pois não há garantia de um desempenho em off-road. O mesmo conta com um valor mais alto do que tradicionais com uma menor durabilidade.

Para continuar acompanhando os nossos conteúdos sobre a borracha natural e a indústria de pneus, continue conectado em nosso blog.

 

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *