Borracha natural: um setor de alto potencial

O que você sabe sobre a borracha natural? A borracha que conhecemos é originada pela seringueira (Hevea brasiliensis) e também é chamada de natural. Em nosso país, o ciclo da borracha foi responsável pelos primeiros sinais de progresso da região Norte e do País. Esse progresso mexeu com a economia da região e do Brasil como um todo.

Entretanto, antes desse período a borracha já era utilizada, através do petróleo. Por sua vez, a borracha natural, assim que descoberta, em 1493 por Cristóvão Colombo, mostrou o seu potencial e o quão benéfica poderia ser para a humanidade como um todo.

Contudo, mesmo com tamanho potencial, nem tudo foi assim tão fácil. A provável falta de conhecimento sobre o produto e como ele poderia ser usado eficientemente, fez com que a borracha natural só fosse realmente utilizada centenas de anos depois.

Foto: Marco Lachmann-Anke/Pixabay

A vulcanização foi o pontapé inicial da borracha natural

A exploração da borracha natural só começou na metade do século 19, quando o americano Charles Goodyear inventou o processo de vulcanização. Como bem já explicamos e você poderá conferir mais detalhes em nossos outros conteúdos, o processo consiste na aplicação de calor e pressão em sua composição.

Entretanto, seu uso apropriado veio apenas alguns anos depois, quando John Boyd Dunlop inventou o primeiro pneu para bicicleta usando a vulcanização da borracha natural.

Desde então, o setor só cresceu em importância, tanto na economia brasileira quanto mundial. De acordo com a Associação Brasileira de Produtores e Beneficiadores de Borracha Natural (Abrabor), o Brasil ainda está no pódio como maior produtor de borracha natural da América Latina.

Entretanto, em caráter mundial, perdeu espaço para países como Tailândia, Indonésia, Vietnã, China e Malásia,  que se tornaram os maiores produtores mundiais.

Um setor com alto potencial

Atualmente, o maior produtor de borracha natural no Brasil não é mais a região norte, mas sim São Paulo. O estado representa cerca de 40% da produção utilizada pelo nosso país, o restante é importado da Ásia.

Mesmo o segmento não sendo o mais popular no país, ele tem um alto potencial. Isso porque o mesmo representa 11% do Produto Interno Bruto do Brasil. Mesmo que um dia este número já tenha sido maior, o mesmo não pode ser desconsiderado.

Tendo isso em mente, cabe a nós, trabalhadores da borracha, fazer a diferença e tornar, novamente, o produto um destaque nacional. São diversos os setores que fazem uso da borracha natural, um material brasileiro, porém muitas vezes importado por falta.

Portanto, nós da Rubberline, acreditamos e reforçamos a importância do bom manuseio e do estímulo aos seringueiros. Trabalhando em conjunto, tudo pode se tornar possível e a nossa borracha natural, com todo o seu potencial, pode se tornar uma fonte ainda mais rentável para o país.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *