Bolhas nos pneus: como evitá-las e o que fazer quando elas surgirem

Imagine a seguinte situação: você está dirigindo e enxerga um buraco na rua, mas não a tempo de frear para evitar que as rodas o atravessem.

Depois disso, percebe que a estabilidade do veículo ficou diferente, a direção mais instável, com trepidação, você sente mais dificuldade no controle das curvas, precisando acionar o freio para fazer o carro continuar na direção certa. Além disso, há barulho na roda quando ele está em movimento.

Se já passou por isso ou se o seu carro está ‘agindo’ deste jeito neste momento é bem provável que o impacto tenha feito surgir uma bolha no pneu. Para comprovar, olhe em sua lateral e observe se ela está lá (caso ainda não a tenha observado).

Imagem: Divulgação/Dunlop

Tem que trocar o pneu o quanto antes

Quem já vivenciou o problema sabe que a solução é a troca imediata do pneu, pois não tem como consertar um elemento com bolha.

Vale ainda destacar que o surgimento de uma bolha pode ser resultado de um impacto mesmo em baixa velocidade e que ela também pode aparecer se a calibragem não estiver seguindo os valores do manual e estiver abaixo do recomendado.

Algum problema na hora da montagem dos pneus também pode provocar este tipo de dano.

Dicas sobre como evitar o surgimento de bolhas

O curioso é que uma bolha pode surgir mesmo se o pneu tiver sofrido um impacto em baixa velocidade. Para evitar este problema, procure seguir estas recomendações:

  • fazer a calibragem adequada;
  • ter bastante atenção com buracos e valetas, especialmente se estiver rodando em  estradas de terra,
  • se atentar ao manobrar próximo de calçadas a fim de não bater na beirada.

Motivos para o surgimento das bolhas

Talvez você esteja se perguntando o porquê da bolha aparecer. Bem, antes de levar seu carro à uma borracharia a fim de responder essa dúvida, vamos te ajudar: o impacto pode afetar a estrutura interna do pneu, fazendo a pressão do ar dentro dele empurrar o local afetado para fora, formando a bolha.

Quando o pneu fica em uso com a pressão abaixo do recomendado, ou seja, rodando em baixa calibragem, ele perde resistência, facilitando que um impacto provoque bolhas.

O que pode acontecer se eu andar com o pneu com bolha?

O risco mais grave é de o pneu estourar com o carro em movimento provocando um acidente sério. Outras consequências são a instabilidade na direção, diminuição da resistência do pneu e sobrecarga na banda de rodagem.

Em resumo, os riscos não justificam rodar com o pneu com bolha, então, ao perceber que ele está com bolha troque-o tão rápido quanto puder.

Estes cuidados simples com a manutenção do veículo vão fazer você dirigir com plena segurança e também contribuir para conservá-lo em condições adequadas por mais tempo.

Deseja continuar atualizado sobre o mercado da borracha? Então acompanhe-nos aqui no blog, deixe suas sugestões de pautas, elogios, comentários ou críticas e também compartilhe este conteúdo nas redes sociais.

Com informações do Portal do Trânsito

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *